Imagem capa - Descubra-se: a minha história!!! por DANI COELHO FOTOGRAFIA

Descubra-se: a minha história!!!

Em março, em comemoração ao Dia da Mulher, teremos no Continente Shopping, em São José, uma exposição fotográfica de ensaios empoderados de mulheres que se reinventaram e que, através das suas histórias e descobertas,  possam também inspirar outras mulheres.

Eu, Dani Coelho, fotógrafa, tive a oportunidade de ler mais de uma centena de depoimentos. Me emocionei muito e aproveitei a deixa para também sentar e pensar em tudo que vivi para chegar até aqui. E quero compartilhar isso com vocês!

Desde nova eu sempre gostei de inventar histórias!!! Meu sonho de criança era ser atriz e poder viver diferentes personagens, e apesar de eu não ter chego à novela das oito, acabei fazendo parte de uma companhia de teatro aqui em Florianópolis! Eu amava a sensação de estar no palco, de interagir com a plateia, de fazer rir, e a única certeza que eu tinha era de que eu faria isso pra sempre. Mas o medo fez com que eu mudasse todos os planos e focasse em algo “sério” e “estável” para o meu futuro. E lá fui eu fazer uma faculdade de Jornalismo porque, pensei, era algo que igualmente iria me aproximar das pessoas e me permitir criar.



Mas o medo seguiu me acompanhando durante toda a graduação. Tinha medo de não ser boa o suficiente, medo de não ser inteligente o suficiente, medo de não conseguir “chegar lá” e decepcionar meus pais... E por isso eu sempre me exigi muito! Eu escrevia um texto e sofria real achando que ele não tava bom! Eu criava um projeto e achava sempre que seria um fracasso... E isso mesmo tirando boas notas! Mesmo recebendo elogios de pessoas que eu admirava muito! Toda e qualquer vitória, pensava eu, era sorte! Como quando eu passei numa seleção para estagiar na maior empresa de comunicação do estado. Não acreditei! Achei que tivesse havido algum erro. Talvez fosse falta de concorrência... Tentava sempre achar uma justificativa que não fosse a minha competência!

Depois de formada, fui promovida. "Sorte”, pensei de novo. E era tudo o que eu queria: fui trabalhar na TV!!! Que sonho!! Imagina o orgulho dos meus pais!!! Mas tudo aquilo que eu almejava - de conhecer gente, ouvir histórias, escrever, criar, emocionar - nada disso existia. Eu passava os dias trancada em uma redação, trabalhava em finais de semana, feriados, dias santos... e detestava o que eu fazia, mas como eu poderia pensar em sair dali?? Era um emprego estável e que me dava status (é terrível falar isso em “voz alta”, mas é verdade... as pessoas se encantavam quando eu falava do meu trabalho!) O tempo foi passando, eu fui ficando cada vez mais triste e desmotivada, mas sempre apegada a ideia de que algo bom ia acabar surgindo, que alguém ia me valorizar, que uma nova função poderia, quem sabe, me animar. O que eu não poderia era pensar em sair dali. Seria um fracasso total! Um atestado de tudo que eu sempre temi: que eu não era boa o suficiente!



Nesse meio tempo a fotografia surgiu na minha vida! Assistindo a uma reportagem na TV, eu vi o trabalho de um estúdio de São Paulo que fotografava mulheres “comuns” e fazia com que as mulheres se empoderassem. “Uau”, pensei, “que trabalho incrível!!!” Talvez pela ideia de trabalhar com arte, talvez por eu também precisar dessa injeção de ânimo e auto-estima... não sei exatamente o porquê! O que eu soube é que queria trabalhar com isso!!!! E lá fui eu em busca de conhecimento fotográfico e autoconhecimento sem saber direito aonde isso daria...


Primeiro curso foi em 2011.
Saí da TV em 2014 depois de seis anos de carteira assinada...
Chorei, morri de medo, pensei em desistir de tudo e até voltei à minha zona de conforto - trabalhei mais um ano em um site de notícias pura e simplesmente pela grana. Mas o projeto faliu e a vida, mais uma vez, me deu a oportunidade de seguir o meu destino...
Não foi fácil, não é fácil, foi um passo por vez.
Mas hoje, cinco anos depois, eu faço o que me faz feliz.
Hoje eu conto histórias, eu crio cenários e personagens, eu tenho contato com mulheres reais e, o mais incrível, eu me transformo a cada dia aprendendo e me inspirando com elas.
Ano passado abri meu estúdio. Já queria isso há anos, mas aquele meu velho conhecido insistia em gritar no meu ouvido: você não é capaz! Resolvi contrariar e provar pra ele (e pra mim!) que eu sou capaz sim!! E cá estou eu!


Se eu não tenho mais dúvidas e medos? Claro que tenho! Mas brigo comigo e me puxo a orelha, ergo a cabeça e sigo mesmo assim. Porque quando a gente decide acreditar nos nossos sonhos e vai atrás do que a gente quer é incrível como as coisas passam a acontecer!!! Não sei se é o universo, a lua, o cosmos, ou se é “só” Deus.... O fato é que quando a gente tem fé e trabalha arduamente pelo que a gente acredita, não tem outro caminho a não ser o do sucesso e da felicidade! 


E você, qual é a sua história? 

#DescubraSe.